M.I.T. Recebe a visita de um dos nosso Makers.

Com a vontade de aprender sobre metodologias e práticas que promovam uma sociedade criativa e desenvolver novas tecnologias voltadas para o ensino, nosso maker Prof. André M. Santana foi até o MIT (Massachusetts Institute of Technology), visitar o Lifelong Kindergarden. Um laboratório com sede no Media Lab do MIT que servirá de inspiração para muitos projetos futuros.

Aprender criando é foco do movimento maker e também do LITE, promover uma aprendizagem criativa e diferente da que estamos habituados aqui no Brasil não é tão simples e depende de estratégia. Em outros países, como o Estados Unidos, esse modo de aprender vem crescendo bastante nos últimos anos. Algumas escolas que adotam um método alternativo de ensino, deixaram até de seguir o currículo escolar padrão, para focar em projetos.

A viagem patrocinada pelo instituto Lemann e pelo MIT, teve como objetivo, apoiar a prática maker no Brasil, estimulando uma aprendizagem criativa e fortalecer uma rede de empreendedores brasileiros na área da educação, entre esses empreendedores, estavam os Geográfos UFG, o pessoal do Centro Educacional Pioneiros, Experimentoteca Maker, Sitio do Astronauta , Instituto Catalisador e o André, representando o LITE e a Univali.

Agora vamos falar sobre a rotina do nosso maker no MIT.

“Acordava todo dia as 6:30 com o Sol ainda escondidinho. Pelas 8 da manhã saia do meu quarto e encontrava alguns colegas brasileiros de outras instituições (Pessoal do Sítio do Astronauta e da UFG). Íamos sempre de metro, pegando o transporte público, que além de barato sempre foi muito eficiente. Embarcávamos na estação Harvard Square com destino a Kendall Square. Nos encontrávamos próximo ao MIT. “

Ele teve a oportunidade de conhecer pessoas legais com projetos bem interessantes, todos eles com iniciativas e contextos diferentes, mas o que mais chamou sua atenção foi o que eles tinham em comum: A relação intima entre o ensino e a comunidade.

“Fui em algumas escolas e ambientes de aprendizagem criativa e a relação entre a liberdade de criar e a capacidade de aceitar o ser humano foi evidenciada em cada canto que eu fui.”

Isso nos fez pensar que estamos indo no caminho certo com nossos projetos LITE MAKER e LITE IS COOL, onde temos contato direto com a nossa cidade.

Guiado por Leo Burd, André e os demais participantes do Instituto Lemann, visitaram muitos laboratórios e ambientes de aprendizagens, todos bastante diferentes e com iniciativas muito bacanas. Leo também lhe mostrou um pouco de um de seus projetos, o “Duck Tape Networking” que tem por seu objetivo levar para crianças pequenas motivação para serem protagonistas de seu próprio aprendizado.

Além do Media Lab, esses foram os laboratórios e ambientes de aprendizado que André teve a oportunidade de visitar:

 

– Lifelong Kindergarten                                             – Part and Crafts

– Cambridge Friends School                                     – NuVu

– South End Technology Center                               – MIT

– Part and Crafts                                                          – Nedlam’s Workshop

 

André pode conhecer de perto o laboratório Lifelong kindergarten, lá as pessoas trabalham com carinho e dedicação para compartilhar um pouco da essência que as crianças tem durante sua infância, é um lugar impressionante, os trabalhos desenvolvidos lá tratam de aprendizagem criativa e de aprender criando algo, proporcionando a crianças e jovens aprenderem brincando.

Em Cambridge Friends School, André foi marcado pelo posicionamento social, que combate o preconceito e aproxima o ser humano. “…Isso estava evidente em cada cantinho da escola” .

Painel Inspirador Contra Preconceito desenvolvidos por estudantes da Cambridge Friends School

(mural a favor da igualdade entre os seres humanos)

Quando conheceu South End Technology Center, nosso MAKER foi contagiado pela dedicação e a crença no trabalho que estão realizando lá.

Como dito anteriormente, existem ambientes de aprendizado alternativos que fogem do padrão curricular, Part and Crafts é um desses. Tem características únicas quanto ao ensino em um ambiente informal, com uma grade curricular diferente e focada na aprendizagem criativa foi possível compreender uma forma diferente de ensinar.

Equipe visitando o Part and Crafts no MIT media lab

O Nedlam’s Workshop permitiu André a compreender por uma outra perspectiva a integração entre a universidade e a comunidade local.

Equipe visitando o Nedlam's Workshop

NuVu é um lugar onde os estudantes são verdadeiros artistas. Ele é focado no ensino criativo e possui bastante projetos interessantes, que vão desde roupas musicais até artefatos para acessibilidade.

equipe visitando o NuVu, um local repleto de arte e informações

André também participou de uma feirinha maker. Lá foi possível mostrar um pouco do que estamos produzindo dentro do nosso laboratório e também ver o que a o pessoal está fazendo, também rolou um almoço brasileiro. Pela primeira vez, a galera do Lifelong experimentou a comida brasileira, também aconteceu uma conversa informal, o assunto principal foi a galera do Brasil respondendo perguntas sobre o que faziam aqui nas instituições de ensino brasileiras.

Maker fair no lifelong kindergarden

“Esse dia foi muito especial, pelo fato de apresentarmos e conhecermos um pouco mais do que cada membro do instituto defende, pratica e transforma!”

O último dia da visita , foi marcado por uma conversa entre o Pessoal do Instituto Lemann, Leo e Mitchel. Conversaram sobre seus futuros em relação ao Instituto/Rede, traçaram metas e discutiram como trazer parte de toda essa cultura do criar de forma criativa, inspirada por Papert, para somar ao que já temos no nosso laboratório e poder espalhar para todo o Brasil.

De modo geral o pessoal do Lifelong Kindergarten adorou os projetos que os brasileiros lhes apresentaram, perceberam que o Brasil tem capacidade de criar diversas coisas legais mesmo com os recursos e realidades diferente da deles . Foram feitas várias perguntas que demonstraram o real interesse com os nossos projetos.

André trouxe junto com ele novas ideias e olhares que nos motivou a continuar nosso trabalho e nos fez ter certeza que estamos no caminho certo para conseguir disseminar uma forma criativa de educar.

Estamos ansiosos para novas trocas de experiências e novas visitas.

equipe de visitantes no final das visitas

 

Até a próxima!

Compartilhar:

4 thoughts on “M.I.T. Recebe a visita de um dos nosso Makers.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *