Necessidade de soldar/Primeiros projetos – LITE IS COOL

Boa Tarde!

A necessidade de saber soldar surgiu quando os estudantes identificaram a possibilidade de unir uma ou mais peças por um processo permanente junção. O processo de soldagem de componentes microeletrônicos exige conhecimento e cuidado para ser aplicado, deste modo, os estudantes  tiveram um minicurso com solda, em que o responsável pelo workshop foi o Professor Adhemar Maria do Vale Filho (do curso de Ciência da Computação).

Neste minicurso os estudantes tiveram contato com técnicas de solda, aprendendo a retirar componentes, soldar componentes e propriedades dos materiais que são utilizados para solda. Com o fechamento do minicurso os estudantes participaram de um desafio cujo o objetivo era retirar o máximo de componentes de uma placa em um minuto.

Após o curso de Solda, os estudantes assistiram um documentário (Massimo Banzi: Como o Arduino está tornando a imaginação Open-Source) que mostrava projetos realizados com o Arduino. O documentário fala sobre projetos elaborados por estudantes junto do Arduino e as áreas aonde estão inseridas.

Link para o video: Massimo Banzi: Como o Arduino está tornando a imaginação Open-Source

Com o termino deste documentário os estudantes iniciaram o estudo da apostila confeccionada pelo estudante de engenharia da computação Eduardo Gomes. Este primeiro contato com o Arduino teve como objetivo fazer com que os estudantes se familiarizassem com a forma que o Arduino funciona e as possibilidades envolvidas durante o processo de criação. Por exemplo, antes os estudantes apenas acendiam um led usando uma bateria e manipulando-o com um botão, porém, com o Arduino os estudantes conseguiram interagir com os sinais digitais através de programação.

Após esse primeiro contato com o Arduino os estudantes começaram vários projetos para a feira de ciências de sua escola, que ocorrerá dia 18 de novembro 2015. Os estudantes terão espaço para mostrarem o que aprenderam através de seus projetos pessoais.

Os estudantes do primeiro ano desenvolveram duas sinaleiras e escolheram uma para mostrar no dia da feira de ciências, além disso estão focando em projetos que utilizem leds (como uma matriz de led ) e um trabalho que não utiliza Arduino: O fazedor de círculos (utiliza a vibração de um motor para desenhar ).

Já o segundo ano decidiu fazer projetos focados em otimização, desenvolveram um vazo inteligente que verificar se a planta necessita ou não de água e mostra as informações climáticas ao usuário. O segundo projeto dos estudantes do segundo ano, consiste em criar um robô que é ativado por comandos sonoros. Neste projeto os estudantes utilizaram impressão 3D.

Modelagem 3D de um brinquedo

Modelagem do personagem Pikachu para o projeto com Arduino

Programa: SketchUp

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *